terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Cadeias livreiras

De Francisco José Viegas, via A das Artes:

"A mítica livraria Waterstones de Piccadilly Circus, em Londres, vai deixar de ser livraria – em seu lugar, ficará um cinema. Ao mesmo tempo, fecha mais 11 lojas, incluindo as duas de Dublin, com mais de vinte anos de vida. Nos EUA, a cadeia de livrarias Borders prepara-se para dizer o adeus definitivo. A culpa é do livro digital? Não apenas. É sobretudo de uma gestão virada para o “capital financeiro”, que acreditava que podia vender livros da mesma forma que venderia produtos de limpeza [...]".

Sem comentários:

Enviar um comentário