quarta-feira, 16 de março de 2011

ACERCA DE «REFLEXÕES SOBRE...»

CARTA ABERTA A LUÍS GUERRA

Desafia-nos, meu amigo, para, de hoje, dia 16, até ao já tão próximo dia 26, enviarmos à sua administração do «encontrolivreiro.blogspot.com»
as nossas «reflexões sobre...». E... cá estou eu! Se alguém tem obrigação de não fazer ouvidos de mercador,
toda a gente, de certeza, acha que sou eu.

Conhece aquela dos dois compadres?
«Nesta terra há duas pessoas que devem merecer a vossa inteira confiança.
Uma é meu compadre.
A outra, meu compadre que o diga».
Porque isto é questão de lembrarmos o que num certo dia foi simples conversa entre nós dois:
a razão que me levou em 2010 a desejar oferecer aqui em Setúbal um moscatel a um diversificado grupo de pessoas, desde que de algum modo
ligadas ao Mundo dos Livros.
Com o único objectivo de nos encontrarmos, convivermos e, naturalmente, conversarmos.
Sem nada de formal nem de agendado,
a não ser exactamente isso:
juntos tomarmos um moscatel, aqui em Setúbal, e nesse dia escolhido cuidadosamente, o último domingo de Março.
Já bom tempo,
nem muito a Norte, nem muito a Sul, nem onde sempre é difícil este ambiente de passeio que Setúbal proporciona,
entre o fechar devoluções e contas do ano anterior
e o entrar nas actividades em que muitos têm de ocupar-se, até ao domingo, no adiantar-se a Primavera.

A si, por acaso e por alguma razão especial, encomendei uma opinião.
Se agarrou a ideia como válida, não vai ninguém perguntar, porque é evidente.
Foi por isso que em 28 de Março de 2010 aconteceu o I ENCONTRO LIVREIRO
e que agora em 27 de Março o II ENCONTRO LIVREIRO vai acontecer.

O velho livreiro tem de sentir-se grato.
O novo convite que faz para mais um Moscatel de Setúbal é também um modo de agradecer,
a todos mas especialmente a si, meu amigo, o prazer que, como se compreende,
um livreiro em seu fim de carreira não pode deixar de sentir pela bela tarde de convívio que se viveu no ano passado e
pelo entusiasmo com que está ser divulgado o convívio da tarde do já tão próximo último domingo de Março de 2011, este ano no dia 27.

É por isso e para isso, esta carta.
Não são bem as reflexões que pediu «sobre» ENCONTRO, CONVÍVIO, GENTES DO LIVRO, mas creio poder dizer-se que «acerca de».

Permita-me que traga para aqui um meu
«Bem haja!».
E permita-me, ainda, que estenda este «Bem haja!» a todos os que estão consigo (connosco, talvez deva dizer!).
Por agora fico por aqui, a ver quem chega.
Um grande abraço

Manuel Medeiros

Sem comentários:

Enviar um comentário