quarta-feira, 30 de março de 2011

«Descansa e bebe»



[...]
Como é que, dada a minha especialidade, vou deixar de me embebedar destes meus interesses e paixões pelos livros, pela leitura, pela livraria como oficina de leitura, pela cooperação das profissões do livro, pelo entendimento que permita às Gentes do Livro cumprir com a parte que lhes compete e que considero indispensável, no urgente progresso da inteligência, essa intimidade do homem consigo, com os outros e com o Universo…
[...]

L.V.

Para ler o texto completo, dê um salto ao «Chapéu e Bengala».

Sem comentários:

Enviar um comentário