terça-feira, 17 de maio de 2011

Imperiais, farturas e obras públicas: coisas sobre a 81ª Feira do Livro de Lisboa

«Andam todos a comer-se uns aos outros, como os peixes do Padre Vieira, e não se dão conta disso.»

diz o Gonçalo Mira (um dos fundadores do nosso Encontro Livreiro)... e nós recomendamos a leitura integral de mais este balanço, muito pessoal, da Feira do Livro de Lisboa de 2011 que também fala do futuro, dos livreiros, dos editores e de muitas e importantes coisas mais. Boa leitura e venham daí esses comentários.

Sem comentários:

Enviar um comentário