terça-feira, 10 de maio de 2011

Um Roteiro de Livrarias

«As livrarias trabalham o livro todo o ano, têm a porta aberta e enriquecem as comunidades em que se inserem. (...) E resolvemos criar um roteiro, para divulgarmos os espaços uns dos outros e estimularmos quem nos visita a conhecer os nossos parceiros.»

E se esta a ideia se alargasse a todo o país?

2 comentários:

  1. Assim é que devia ser!


    A feira do livro tem tudo menos este espírito! Para quê fecharem-se em si mesmos?! a Leya começou com a palhaçada da "Praça Leya", com alarmes e tudo! No ano seguinte já a Porto Editora se mostrava semelhante. Este ano a Babel foi mais longe e enfiou-se num caixote! (Até dá medo lá entrar... desconfio que saio de lá sem alma :x)... é isto a feira do livro?! Gentes do livro que se viram costas?! é errado eu aconselhar o cliente a ir a outra livraria quando a minha não tem o livro procurado? ok... perde-se dinheiro de um livro... mas não se ganhará um cliente, mais tarde, pela ajuda? pela sinceridade? As coisas têm de ser menos cabeça e mais pele. mais coração. cada vez me desilude mais...

    Esta iniciativa é de se louvar! Que venham mais assim! Isto NÃO PODE ficar assim!!!!!


    (um beijinho ao Sr. Medeiros e à D. Fátima :)*)

    ResponderEliminar