quarta-feira, 10 de agosto de 2011

É o outro lado da magia

Chamo
a cada ramo
de árvore
uma asa.

E as árvores voam.

Mas tornam-se mais fundas
as raízes da casa,
mais densa
a terra sobre a infância.

É o outro lado
da magia.


Carlos de Oliveira [10-VIII-1921 / 1-VII-1981), Trabalho Poético.

[Leitura de Luís Guerra]

Sem comentários:

Enviar um comentário