quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Aplaudir, sim! Por favor…


«(...)
Como é possível criar um equilíbrio entre editores e livrarias independentes que torne casos destes ou impossíveis ou determinantes de limpeza geral de confusões?
Se os editores se permitem abusar dos livreiros é porque estão convencidos de que estes não se safam sem eles. Os livreiros têm é que aguentar e engolir. Não têm peso.
Será mesmo que não têm? Ou não são capazes de dar um impulso colectivo ao seu lugar no Mundo do Livro?
(...)


L.V., Chapéu e Bengala

Sem comentários:

Enviar um comentário