sábado, 22 de outubro de 2011

ainda para mais tratando-se de uma livraria

«(...)

Eu entendo que uma empresa possa estar a passar dificuldades, ainda para mais tratando-se de uma livraria, no meio desta imensa crise económica. Já não entendo, tão facilmente, porque é que a situação não foi devida e atempadamente explicada aos funcionários da Bulhosa. Desejo, sinceramente, que a situação se resolva rapidamente e da melhor maneira possível, tanto para os funcionários como para os proprietários.»

Jaime Bulhosa, in blogue Pó dos Livros

A nossa Sara também fala sobre o assunto no seu Cadeirão Voltaire


Sem comentários:

Enviar um comentário