quinta-feira, 27 de outubro de 2011

em matéria de livros tudo quanto sei só serve para mostrar o quanto ignoro

«Desde menino coleciono livros. Passei toda a minha vida no meio deles e grande parte de meus melhores anos dirigindo bibliotecas na minha terra e no estrangeiro.
Hoje, fora da vida ativa enfim, tentando gozar o otium cum dignitate apesar da inflação, cuido dos meus livros e nada mais.
Esse longo convívio com livros de toda sorte ensinou-me alguma coisa sobre eles, creio eu, mas ensinou-me, principalmente, que em matéria de livros tudo quanto sei só serve para mostrar o quanto ignoro.
Não há dia que não aprenda alguma coisa. É, talvez, por isso que não me canso de manuseá-los, de folheá-los, de lê-los e de falar deles.»

Bibliófilo Aprendiz. Rubens Borba de Moraes. Letra Livre, Lisboa, 2011.

Sem comentários:

Enviar um comentário