quarta-feira, 12 de outubro de 2011

A REVOLTA DAS FONTES (II)

«Livreiro ressabiado»?

«[...]

Já me aconteceu ter de ir a um concorrente comprar um livro para servir um cliente. Porque esse livro foi traduzido e editado por um fornecedor meu mas vendido em exclusivo para esse meu concorrente. Que merda de lei de concorrência é esta?

E, desta vez, nem falo da defunta Lei do Preço Fixo do Livro! É que, se formos por aí, o papel não chega para crucificar – justamente – os impérios do consumo e quem lhes dá cobertura.

Se isto é ressabiamento, eu sou o primeiro dos ressabiados.

[...]»


{Excerto de um texto do livreiro Joaquim Gonçalves que deve ser lido na íntegra por todas as «gentes do livro» e não apenas pelos livreiros das livrarias. Este não é um problema exclusivo desses livreiros, nem sequer apenas dos pequenos livreiros}

Sem comentários:

Enviar um comentário