sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

«Ataques em curso e em força às livrarias»


«A REVOLTA DAS FONTES

Nesta Época de Natal/2011 o ataque em força «dos mercados» à sobrevivência das livrarias independentes é um repolho que não se acaba de «desembrulhar». Tantas são as fitas e os laços!
Que os coelhos, as galinhas e os porcos se alegrem, que há-de haver uma folhinha de couve para cada um, apesar da crise.
[...]
Quanto a mim, eu volto. Pelo menos desejo voltar. Porque, se a revolta partir das fontes, pode confiantemente dizer-se que isto não fica assim.

L. V.


Ler texto, na íntegra, em Chapéu e Bengala.


Sem comentários:

Enviar um comentário