segunda-feira, 23 de abril de 2012

«Basta aparecer e viver a festa que é estar numa livraria.»




Hoje é o DIA MUNDIAL DO LIVRO. Por isso eu, que também devoro livros, fui logo de manhã visitar a “minha” livraria, uma livraria independente com mais de 40 anos de idade. Lá respira-se o pó dos livros, mas um pó que nos anima e nos regala. As suas paredes estão repletas de livros, livros do fundo editorial, os tais que já desapareceram das grandes cadeias de venda. Ao som da voz dos clientes, dos trabalhadores ou de uma qualquer música de fundo podemos demorar os olhos e as mãos sobre milhares de lombadas e capas, podemos escolher uma cadeira e folhear ou ler, podemos conversar com outros leitores em tertúlias improváveis e espontâneas que por lá sempre acontecem.

As montras aguçam-me o apetite, os balcões de novidades interpelam-me, as caixas de saldos, todos da própria livraria, chamam a minha atenção para um ou outro título, a solicitude do livreiro e da sua equipa, o seu trabalho de pesquisa nas prateleiras ou em catálogos (de papel ou informáticos) levam-me a confiar.

Mas o que me agrada mais nesta livraria é o seu critério de qualidade, a não cedência às imposições da maioria das editoras, a independência do livreiro. É desta forma que ele me conquistou e continua a conquistar leitores.

A feira do livro está aí, com as suas estratégias de sedução sobre os compradores de livros. Talvez passe por lá, para espreitar os alfarrabistas. Mas o meu livreiro sabe que quer os livros de fundo quer as novidades que me interessam são sempre compradas ao seu balcão, pois o cheiro e o pó dos livros fazem parte da magia da visita à livraria. E se quiser um livro editado há dez anos (que o editor não tenha deixado de editar, sabe-se lá por que razões) sei precisamente onde o encontro. E sem etiquetas coladas na contracapa…

Hoje é o DIA MUNDIAL DO LIVRO. É um bom pretexto para visitar uma livraria independente. Não é obrigatório comprar. Basta aparecer e viver a festa que é estar numa livraria.

M.C.
Leitora

Sem comentários:

Enviar um comentário